Um dia qualquer.

 
 Ao que tudo parece seria ou é mais um viajem que faz parte diariamente da sua rotina no qual ela tem que viajar cerca de uma hora e meia para a faculdade.
  Pois sua cidade não tem o curso que ela quer .
 Mas  hoje ela esta se sentindo diferente ou mais cansada do que o de costume.
 Pois  esta com uma sensação estranha digamos que algo irá acontecer mas que ela não sabe explicar ao menos a sua reação de como esta se sentindo.
  Estava bastante nervosa, pois não sabia ao certo descrever o que estava se passando em sua cabeça e algo totalmente angustiante, estranho e o nervosismo a flor da pele.
  Ao entrar no ônibus em mais um dia de viajem ela coloca as pernas para o ar, pois esta cansada, mas também coloca seus fones de ouvido e fica escutando musica por um bom.
  As que ela mais gostava, mas que ela não gostava que as pessoas soubessem que tipo e quais musicas ela escutava.
  Ao viajar ela abre a cortina do ônibus e fica observando a paisagem por um tempo, mas ao observar ela nota algo diferente é, que ao longo de todas as vagens em que ela fez e faz diariamente ela não ligava a mínima e não prestava atenção nas belas paisagens e nós pequenos detalhes em que ela via diariamente.
   Mas Aquele dia foi diferente a sua reação aquele dia ficou marcado para ela pois ela nem ligava a mínima ou quem sabe porque estava tão acostumada a passar por aquelas paisagens que nem conseguia admirar ou observar os detalhes em sua volta.
Mas tudo ocorreu tranquilamente em sua aula só que o pensamento dela é que mudou sobre aquela rotina aquela velha paisagem de tantas idas e vindas.
 As  vezes não prestamos atenção em detalhes, pois estamos vagando em pensamentos e naquela rotina diária .
   Mais em um dia em que ela estava cansada e resolveu escutar suas musicas prediletas que havia algum tempo que não escutava e aqueles velhas musicas fizeram ela se dar conta nos pequenos detalhes daquela viajem que ela fazia diariamente.

Pauta para a 11ª edição visual do bloinquês

4 comentários:

Obrigado a todos que comentem, aos que me seguem e até mesmo os que visitam raramente, fazem parte da história deste blog!