Uma foto varias interpretação.

Ana, sempre foi uma menina muito estudiosa e dedicada, nas provas ela sempre era a que terminava e acabava na maioria das vezes tendo que esperar pelos seus outros colegas.
Ela sempre foi daquelas pessoas que também ficava até tarde na internet, mas que no outro dia podia estar morrendo de sono, sempre levantava para ir assistir as aulas, por mais que fosse as aulas mais chatas ou simplesmente aquelas em que os professores acabam não passando materia.
Muitas vezes ao terminar de copiar a materia, ou de fazer o que tinha em aula para ser feito, ela pegava e como sentava na segunda fila ao lado da mesa da porta, gostava de ficar com a cabeça baixa, as vezes assim, nos intervalos enquanto o proximo professor não chegava.
Os outros alunos achavam estranho a maneira dela agir, mas acabavam no final se acustumando, sempre ao receber as notas, não gostava de comentar, sobre o assunto, enquanto os outros ficavam dizendo suas notas por ae.
Sempre achou que aquilo era tosco, era algo de quem não tem o que fazer, sair espalhando muitas vezes não a sua nota, e sim a dos outros colegas.
Mas muitos, não sabiam o que significava, ela ficar de cabeça baixa, achavam estranho, mas aquilo para ela, o que os outros estavam pensando pouco estava importando.
As vezes ao abaixar a cabeça, pensava nas tolices de sua sala de aula, ou as vezes apenas fechava os olhos por alguns instantes, não mais do que isso.
As vezes nem pensava em nada em expecifico, deixava vagar seu pensamento para algum lugar, momento, ou pessoas especiais.
Era assim algo tão anormal que acabavam se acostumando e algumas vezes vinham perguntar se estava acontecendo algo, a resposta era muito variavel, de acordo, com seu humor, quem era a pessoa ou dizia que não estava acontecendo nada.
Em um certo dia, depois de terminar um trabalho estava de cabeça baixa, como sempre fazia ao terminar uma prova, ou um trabalho, quando derrepente escutou algum barulho de maquina, mas não quis levantar a cabeça, quando depois foi ver, o que havia acontecido era alguem que tinha tirado uma foto, no qual eu, sai de cabeça baixa, e muitos sairam fazendo o trabalho ou a prova, alguns olhando para a camera, é essa foi uma historia de uma foto que poderia ter sido ou   ser interpretada  das mais diversas maneiras diferentes.

7 comentários:

  1. achei seu texto muito bom , me identifiquei um pouco comigo :D

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante.

    Parabéns pelo blog.
    Beijos !

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, muito bem narrado e escrito! *-*
    Lindo seu blog e os outros textos; volto sempre.

    OBS.: Obrigada por seguir e comentar *-*

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do texto, quando estou morrendo de sono também vou para a aula, mas prefiro não baixar a cabeça.
    Para mim, manter a cabeça erguida é sinal que você sabe o porque está ali e por isso eu sou respeitada em qualquer lugar que eu vá.

    ResponderExcluir

Obrigado a todos que comentem, aos que me seguem e até mesmo os que visitam raramente, fazem parte da história deste blog!