Caminhada Diferente.

  Ana, entrou em férias, mas diferente das  outras férias, resolveu que iria, fazer uma caminhada, com a sua amiga.
  O rumo certo ninguém sabia, nem elas mesma sabiam ao certo, mas aquele dia elas acordaram decididas que de hoje não passaria.
  Então, elas se ajeitaram, cada um seus acessórios e apetrechos que iria levar, na sua mochila, é, cada uma pegou o que achou que séria útil, para passar o dia, na sua caminhada.
  É na hora de escolher o caminho por onde seguir, tentaram escolher o menos movimentado, é, como se não quisessem ser vistas por ninguém.
  Mas o que elas não saberiam, que isso iria, tornar mais do que uma simples caminhada ou fuga,como elas haviam dito.
  É, todo cuidado, ao caminhar, até o ponto de referência era pouco, pois não podiam e nem queriam ser reconhecidas.
  Mas ao escolher aquele caminho, aparentemente mais calmo, sem grandes movimentações, elas não imaginavam que muitas coisas estranhas acontecem por ali.
  Ainda, mais duas meninas, aparentemente indefesas e sem nenhum adulto, ainda acompanhando as.
  É, ao começar a trilha tudo parecia normal, se pode se dizer assim.
  No começo, elas estavam tão destraidas conversando, que acabam não notando o barulho das árvores, ou a movimentação por trás delas.
  Que também havia as vezes vultos atrás delas, mas elas não estavam percebendo, pois aquela aventura iria render uma historia e tanto, para sua vida.
 Elas, paravam um pouco, tomavam agua, e continuavam seu caminho, mas o que elas não esperavam é, que teriam uma grande surpresa.
  Papo vem, papo vai, elas acabam passando, não digo a entrada, mas a onde elas estavam planejando, dobrar, no qual iriam a um fora.
  É,foram caminhando e se afastando cada vez mais até que derrepente elas escutam um barulho, mais estranho, do que o normal.
  Então derrepente o "Meu sinal sumiu no ar, andou para longe e jamais encontrou ouvidos." é, então eu não me lembro de mais nada.
  Apenas de um leve vulto atrás de mim, então tudo se apagou, o meu sinal sumiu no ar, e andou para longe, e jamais encontrou ouvidos.
  É, estão quando tive uma leve lembrança em que eu acordava, em uma velha casa, abandonada, aquele local, tinha um clima estranho.
 É, Fiquei algum tempo parada, tentando ouvir barulhos,ou tentar reconhecer alguma voz. mas tudo aquilo, parecia não fazer sentido, pelo menos naquele momento, para mim.
 Então tentei achar a minha mochila, mas estava tão fraca que ainda não tinha condições de me mexer no me lembrar ao certo o que tinha acontecido.
 É, confesso, que não sei ao certo se foi, uma vaga lembrança, imaginação, sonho, ou um pesadelo para ser mais exata, a ultima coisa que lembro foi de tudo que preto se apagando em minha mente.

Pauta para a Gincana do :   O Once Upon a Time .

3 comentários:

  1. Hahá, eu adorei! Fiquei tentando imaginar o que teria acontecido...

    Beijos! :*

    http://publicidadesaltoalto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado a todos que comentem, aos que me seguem e até mesmo os que visitam raramente, fazem parte da história deste blog!