Aquilo que aperta

E quando bate aquela nastologia.
Aquela saudades, até mesmo de quem você não vê a poucos dias.
E quando começo a me sentir assim, com saudade, triste, sozinha.
Logo vejo, percebo que está na hora de eu procurar meus pequenos alicerces que me faz continuar em pé, me levantar diariamente, sorrir, ser feliz. E sim a maior razão do meu viver, do meu sorriso. Eles, minha familia, meus amores, meus sobrinhos, irmãos,minha gente.
Mas confesso sempre fui apegada junto a eles, mesmo quando a distancia era visível entre nós, mas agora eles perto aqui, não consigo mais me ver longe, acho que no máximo 15 dias, já é muito, bate a saudades, pelo menos uma vez na semana tenho que ir fazer uma visita rápida nem que seja, um simples abraço, um simples Oi. Para que faça eu me sentir bem novamente, leve, pois eu sei que quando tudo parecer desabar é com eles que vão estar do meu lado. Meu apoio,meu maior amor.
Mas e quando as pessoas que moram longe em outra cidade, algumas fazem tanta falta, uma ausencia que não se explica.
E aquelas pessoas que vemos apenas uma vez por ano, seja qualquer o momento, seja o dia, local, hora, uma historia junto a eles é marcada.
Seja tios, primos, sobrinhos,enfim.
E até mesmo aqueles que as vezes nem sempre pode vir nós visitar uma vez ao ano, que chega passar mais de um ano sem viver.
E a todos aqueles que vêm, que podem ficar no máximo 15 dias, uma semana, poucos dias, a saudade que é constante.
E por isto, temos que aproveitar cada momento ao lado de quem amamos, afinal se eles vem tão pouco, nunca sabemos o que pode ser o amanhã.
A saudade é algo que por mais que tentemos descrever, definir, cada um sente de um jeito,por um motivo, as lembranças.
A saudade é, algo maior do que qualquer coisa do tempo, da distancia. É as vezes algo que se ameniza um pouco com o tempo.
Mas aquele vazio, saudades sempre existira em alguma parte junto com nós.

6 comentários:

  1. Dizem que saudade é uma ferida, que com o tempo até diminui, mas nunca cicatriza. Teu blog é lindo, e o texto também.

    http://trespontinhos-reticencias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu sei bem como é isso. Moro em MT e meu pai mora em Salvador -BA há 8 anos. Ele vem me ver (e a família toda, é claro!) no máximo, 3 vezes por ano e fica em média 15 dias. Eu sei bem como é tudo isso.

    ResponderExcluir
  3. Nastologia? Não seria "nostalgia"? Seja o que for, esse sentimento está presente aqui também. Que saudade, que saudade. Belo texto.


    worse-or-better.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Saudade é algo complicado, mas de certa forma é algo bonito. É a representação de que algo foi tão bom, mas tão bom que se recusa a ir embora e fica um pedacinho junto da gente.
    Bjo.

    http://miasodre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ameei seu blog bem legal e seus post muuitos criativos ja sigo segue de volta ?
    http://portaldisturbiablogger.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa que texto mais profundo... Apertou mesmo =/

    Ah moça aparece la no www.pequenalouise.blogspot.com
    se gostar, segue vou adorar. Sigo de volta!

    beijos

    ResponderExcluir

Obrigado a todos que comentem, aos que me seguem e até mesmo os que visitam raramente, fazem parte da história deste blog!